Aceitabilidade e conhecimento sobre medicamentos genéricos da comunidade do Paranoá-DF

Eder dos Reis Xavier Souza, Maria Augusta Carvalho Rodrigues

Resumo


O presente estudo teve como objetivo avaliar a aceitabilidade e conhecimento dos medicamentos genéricos, pelos moradores do Paranoá. Para isso 110 voluntários responderam um questionário estruturado. Como resultado foi possível observar que os 110 voluntários possuíam média de idade de 43 anos, sendo que 59% eram do sexo feminino e 41% do sexo masculino. Entre eles, a grande maioria (103) declarou já ter utilizado medicamentos genéricos; sendo que 74% deles alegaram comprar medicamento genérico motivados pelo custo inferior deste tipo de medicamento em comparação ao medicamento de referência. Assim, foi possível concluir que a maioria dos voluntários mostrou ter um bom nível de conhecimento em relação aos medicamentos genéricos, tanto que foram capazes de identifica-los e aceitam bem o uso destes. Além disso, a maioria declarou estar satisfeita com os resultados obtidos com o uso do medicamento e o menor custo.

Palavras-chave


Genérico; Aceitabilidade; Medicamento genérico.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Ministério da Saúde, 1999. Lei Federal n° 9.787, 10 de fevereiro de 1999.

Rocha CE, Barros JAC, Silva MDP. Levantamento de dados sobre o conheci-mento e informação acerca dos medicamentos genéricos em uma população de pacientes do serviço de saúde ambulatorial do Recife-PE, Brasil; Mai 2007.

Pinto, CMDP. Mercado brasileiro de medicamentos genéricos: Análise do de-sempenho de uma subsidiária de laboratório estrangeiro. Rio de Janeiro. Disser-tação [Mestrado em Gestão Empresarial] – Fundação Getúlio Vargas; 2007.

Valentim, J. Política de medicamentos genéricos: um estudo do caso brasileiro. 2003. Dissertação [Mestrado - Instituto de Economia] UNICAMP, Campinas, 2003.

Araújo LU, Albuquerque KT, Kato KC, Silveira GS, Maciel NR, Spósito PA, et al. - Medicamentos genéricos no Brasil: Panorama histórico e legislação. Rev. Panam Salud Publica. 2010; 28(6): 480–92.

Alves, M. Confiabilidade Acerca dos Medicamentos Genéricos na Cidade de Santos – São Paulo, Brasil; Mar, 2012.

Brasil. Ministério da Saúde (MS). Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Pesquisa nacional de opinião pública sobre medicamentos genéricos. Brasília: Ministério da Saúde (MS); 2002.

Bello CB. Acesso a medicamentos: experiência da população de baixa renda na região do Butantã – São Paulo. Tese [Doutorado em Saúde Pública] – Faculdade de Saúde Pública da USP; 2009.

Oliveira SF, Costa KC, Giancometti Júnior J, Souza SC, Regailo RF, Fernandes TRL, et al. Prevalência do uso e aceitação de medicamentos genéricos pela po-pulação de Maringá-PR. Rev Iniciação Científica CESUMAR Jul. Dez. 2005, Vol. 07, n.02, pp. 133 – 140.

Campesatto-Mella EA, Vendrametto MC, Mella JR SE, Vicente JG. Avaliação sobre o conhecimento e utilização dos medicamentos genéricos por acadêmicos de uma instituição de ensino superior. 14 (11/12): 49-52 Infarma, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.