Teoria das Organizações e o Meio Ambiente

Jorge Luiz Santanna

Resumo


O presente trabalho traz uma reflexão acerca das teorias das Organizações, comparando as abordagens clássica, estrutural, comportamental, sistêmica e contingencial, e como elas podem influenciar o processo decisório. Além disso, apresenta o contexto do ambiente das organizações, considerando o ambiente externo e suas variantes geral e tarefa, comparando os fatores intrínsecos a cada um. Aborda sobre a medida de incerteza ambiental, colocando algumas dimensões em estudos organizacionais. Entretanto, não tece maiores comentários sobre o monitoramento do ambiente, objeto do próximo artigo, por se tratar de um tema que merece maiores considerações.


Palavras-chave


Ambiente organizacional; Ambiente de trabalho; Organizações.

Texto completo:

PDF

Referências


ACHROL, R. S. Measuring uncertainty in organizational analysis. Social Science Research, 17, pp. 66-91, 1988.

BOYD, B. K., DESS, G. G., RASHEED, A. M. A. Divergence between archival and perceptual measures of the environment: causes and consequences. Academy of Management Review, v. 18, n. 2, p. 204-226, 1993.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 5. ed. São Paulo: Makron Books, 1999.

DAMANPOUR, F. Organizational complexity and innovation: developing and testing multiple contingency models. Management Science, v. 42, n. 5, p. 693-716, 1996.

DOWNEY, H. K., HELLRIEGEL, D. & SLOCUM JR., J. W. Environmental uncertainty: the construct and its application. Administrative Science Quarterly, 20, p. 613- 629, 1975.

______. Individual characteristics as sources of perceived uncertainty variability. Human Relations, v. 30, n. 2, p. 161-174, 1977.

DOWNEY, H. K., IRELAND, R. D. Quantitative versus qualitative: environmental assessment in organizational studies. Administrative Science Quarterly, v. 24, p. 630-637, December 1979.

EMERY, F. E., & TRIST, E. L. The causal texture of organizational environments. Human Relations, v. 18, p. 21-31, 1965.

LEBLEBICI, H. & SALANCIK, G. R. Effects of environmental uncertainty on information and decision processes in bank. Administrative Science Quarterly, v. 26, p. 578-596, 1981.

MILLIKEN, F. J. Three types of perceived uncertainty about the environment: state, effect, and response uncertainty. Academy of Management Journal, v. 12, n. 1, p. 133- 143, 1987.

OLIVEIRA, Djalma de. P. R. Planejamento Estratégico. Conceitos, Metodologia e Práticas. 13. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SILVA, Nécio Oliveira. Razão da Entropia nos sistemas e alternativas de solução. Brasília, 2009. Disponível em: < http://www.fasf.com.br/admin/app/webroot/anexos/artigosistemas.pdf>. Acesso em: 12 set. 2015.

TARAPANOFF, Kira. Técnicas para tomada de decisão nos sistemas de informação. Brasília: Thesaurus, 1995. 163 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.