Método Alternativo De Aquecimento Solar De Água

Fernanda Chio Ming, Diego Barbosa, Diego Fenandez, Leonel L. D. Morales

Resumo


O desenvolvimento do aquecedor solar de água com material reciclado é de significava relevância tanto no aspecto ambiental, como social, proporcionando qualidade de vida e economia financeira a muitas famílias, estimulando a consciência ambiental na população e reduzindo o montante de lixo. Cunha e Reis, (2006) defendem que uma política correta de coleta de tratamento de lixo pode colaborar também, evitando sérios riscos à saúde, por exemplo, o aparecimento de mosquitos transmissores de doenças e a contaminação do solo e reservatórios de água. O que o faz deste projeto um instrumento de utilidade pública. O Projeto tem como objetivo desenvolver um método alternativo de aquecedor solar de água, tendo como matéria-prima rejeitos doméstico, ou seja, embalagens que após o consumo do produto teria como destino o lixo. Com a revisão bibliográfica e a analise crítica sobre o tema pretende-se suscitar importantes aspectos, tais como: redução do consumo energético das residências, o acesso à água quente pela fatia da população em situação de vulnerabilidade financeira e a conscientização da importância de se cuidar do meio ambiente. O resultado foi à criação do protótipo do sistema solar de aquecimento de água com material reciclado e do manual explicativo da montagem.


Palavras-chave


Aquecedor Solar; Reciclagem; Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


REIS, Lineu Belico dos. Geração de energia elétrica – 2ª Ed.rev.e.atual, Barueri, SP: Manole, 2011.

REIS, Lineu Belico dos. e Cunha, Eldis Camargo Neves da. Energia elétrica e sustentabilidade: aspectos tecnológicos, socioambientais e legais – Barueri, SP: Manole, 2006.

___________(2005). Introdução à energia ambiental – 2ª.ed, Vários autores, SãoPaulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

RODRIGUES, Délcio e MATAJS, Roberto – Um banho de sol para o Brasil: o que os aquecedores solares podem fazer pelo meio ambiente e sociedade. São Lourenço da Serra: Vitae Civilis, 2004.

ENERGIA SOLAR APLICADA A FÍSICA DO ENSINO MÉDIO, Ana Aline de Medeirosa, Fernando Japiassú Junior, Maurício José do Nascimento Junior, Weslei Costa de Oliveira, Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande Do Norte – CEFET/RN, 2010.

MANUAL – AQUECEDOR SOLAR. Desperdício Zero – Programa da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, 2004.

MANUAL DO AQUECEDOR SOLAR, Coordenação: Assessoria de Responsabilidade Social Empresarial, Responsável Técnico: José Alcino Alano, produção Companhia elétrica de Santa Catarina, Governo do Estado, maio, 2009.

PANORAMA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL, Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – Abrelpe, Edição 2009.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Disponível em: < www.ibge.gov.br>. Acesso em: 17 ago. 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MEIO AMBIENTE (IBAMA). Disponível em: < http://www.ibama.gov.br/setores-ibama-df/reciclagem>. Acesso em: 07 ago. 2013.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO (CNPq). Disponível em: < http://www.cnpq.br/web/guest/pibiti>. Acesso em: 08 ago. 2013.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA. Disponível em: < http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/atlas/pdf/03-Energia_Solar(3).pdf>. Acesso em: 12 ago. 2013.

SENADO FEDERAL. Disponível em: < http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2012/03/09/brasil-produz-61-milhoes-de-toneladas-de-lixo-por-ano>. Acesso em: 13 ago. 2013.

SOCIEDADE DO SOL. Disponível em: < http://www.sociedadedosol.org.br/resultados_ecologicos.htm>. Acesso em: 09 ago. 2013.

MUNDO SUSTENTÁVEL. Disponível em: < http://www.mundosustentavel.com.br/2013/07/chuveiro-eletrico-torna-a-energia-mais-onerosa-para-todos/>. Acesso em: 11 ago. 2013.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA – UnB. Disponível em: < http://www.unb.br/noticias/unbagencia/cpmod.php?id=92357>. Acesso em: 21 ago. 2013


Apontamentos

  • Não há apontamentos.